2300-2035.jpg

 

 

Fala-se muito de beleza interior. Pergunta-se então, na realidade, o que vem a ser a beleza interior. Como o próprio nome indica, é aquela beleza que vem de dentro para fora. Parece lógico, não? Como defini-la então? Se vem de dentro para fora, logicamente é muito subjectiva. Aliás, o conceito de beleza já é muito subjectivo, pois o que é belo para uns, não o é para outros. Contudo, pode dizer-se que é a beleza da alma, representada pela simpatia pessoal, apanágio de pessoas que têm o poder de cativar as outras, conquistando-as, e provocando sempre o comentário: Gosto desta pessoa... não sei bem porquê. São pessoas que sem fazer grande esforço, sem importunar ninguém, conseguem sempre obter o que desejam. Conquistam os outros, pela sua "beleza interior". Outro exemplo, são aquelas pessoas que se dedicam a tarefas humanitárias, sempre procurando ajudar os necessitados. Nunca aparecem em público, pois fazem essa obras anonimamente, sem ir atrás de publicidade. São os verdadeiros humanitários. Certamente, existem centenas de pessoas que não tão famosas, mas que estão sempre prontas a ajudar os outros, sem sequer pensarem em colher benefícios próprios. São os exemplos quotidianos de beleza interior, que todos conhecemos, mas que não reconhecemos. Podemos também citar cientistas que passam a vida pesquisando doenças de todos os tipos, arriscando-se por vezes a contrai-las, mas que seguem os seus estudos visando unicamente descobrir condições de salvar vidas. Existem outras profissões que apresentam seus heróis (e também vilões), quer sejam médicos, enfermeiros, que se dedicam ao tratamento e à cura de pessoas enfermas. Já tive conhecimento de alguns casos de muitas vidas salvas devido à dedicação e prestação com que foi feito o atendimento por abnegados profissionais. Que dizer então dos professores que cuidam do espírito de nossos filhos. Em muitos casos, substituem os pais em pontos básicos da educação infantil. Falando em profissionais, nunca se podem esquecer dos bombeiros, que são autênticos heróis dos tempos modernos. Arriscam a vida para salvar a dos outros. Chega a ser comovente a expressão de alegria com que um bombeiro resgata uma vítima com vida, bem como a profunda tristeza que o domina quando não tem êxito. Outra profissão que é uma autêntica "profissão de fé", é a enfermagem. Encontramos enfermeiras e enfermeiros que se dedicam de tal maneira aos "seus doentes", que vivem as suas dores, o seu sofrimento, e se regozijam quando estes se recuperam. Enfim, como já disse, falar de beleza interior é uma questão muito subjectiva. Existem muitos outros exemplos que poderiam ser citados, mas o ponto básico, para definir o que vem a ser essa tal de "beleza interior" é muito simples e salta-nos aos olhos, são aquelas pessoas que não trazem maldade dentro de si, que sabem ser simpáticas, afáveis e prontas para servir, sem perguntar primeiro: O que vou ganhar com isso? São aquelas pessoas que agem com humanidade, que nunca querem prejudicar ninguém (por vezes fazem-no, mas involuntariamente). São aquelas pessoas que, mesmo exercendo funções de comando, nunca procuram "pisar" os subalternos (pode crer que existem alguns...). Enfim, todos conhecemos muitas pessoas assim. São aquelas que nos fazem perguntar: Não sei porquê, mas gosto dessa pessoa... São as pessoas que trazem estrelas dentro Quer maior exemplo de beleza interior?

 

M.A.S.

 

publicado por MariaLua às 21:05